domingo, junho 17, 2012

segunda-feira, junho 11, 2012

VISITA a TAVIRA
.
.

O solo fértil, a pesca, a indústria, o comércio, a posição geográfica e a amenidade do clima desde sempre convidaram os povos da antiguidade a habitarem, colonizarem e frequentarem a costa destes mares: Turdetanos: fenícios, cartagineses, gregos, romanos, povos godos e mouros
Foi para conhecer esta Tavira que a ASAP veio até terras do Séqua

Breve cronologia

Séc. VIII a.C. Construção de muralha fenícia
Séc, II a.C - Ocupação romana
Séc. VIII - Ocupação muçulmana
1239 -D. Paio Peres Correia, Comendador da Ordem de Santiago da Espada conquista Tavira.
1264 -Afonso X de Castela, o Sábio, entrega definitivamente o Algarve a D.Afonso III
1266 - Foral de Tavira, D. Afonso III
1385 - O  Algarve proclama-se a favor do Mestre de Avis após conflito contra partidários de Castela num recontro junto à Ponte Medieval.1415 - D. Pedro e D. Henrique recebem o título de Duques na Igreja de Santa Maria do Castelo, no regresso da conquista de Ceuta
1504 - Foral Novo D. Manuel I
1520 - D. Manuel I eleva Tavira à categoria de cidade




IGREJA SANTA MARIA DO CASTELO

Depois de um agradável passeio no comboio turístico, o grupo de visitantes parou no alto da colina genética para visita ao Castelo e Igreja de Santa Maria


Guias : Ofir Chagas e Luís Horta



Igreja de Santa Maria do Castelo ou de Nossa Senhora dos Mártires construída sobre Mesquita Maior, no Séc. XIII em honra dos 7 cavaleiros chacinados pelos muçulmanos e Túmulo do lado direito do Altar-Mor onde também repousam os ossos de D. Paio Peres Correia, Comendador da Ordem de Cavalaria de Santiago que em 1239 conquistou a povoação.
Templo originariamente gótico, 3 naves, de que restam o pórtico, nervuras na tecto da capela e janela ogival.
Manuelino . Capela do Senhor dos Passos


Sofreu pelo menos qyatro  intervenções. A última e mais profunda no séc. XVIII, por força da destruiçao provocada pelo Terramoto de 1755 e cujas obras foram orientadas pelo Bispo do Algarve, D. Francisco Gomes do Avelar
Classificado como  Monumento Nacional - Decreto de 16-06-1910, DG n.º 136, de 23-06-1910

Castelo 




Construção mourisca do Séc. XI, conquistado pelos cavaleiros de Santiago, sob o comando de D. Paio Peres Correia como represália  pela morte dos Sete Cavaleiros, numa emboscada que lhes fizerem no lugar das Antas, freguesia da Luz de Tavira.
Reconstrução dionísiaca de 1292.
Há época da crise 1383-85 o reguendo foi doado a Fermão Álvares Pereira, irmão de D. Nuno Álvares Pereira

Concurso de Fotografia


A caminho do Museu de Tavira - Palácio da Galeria
Palácio da Galeria
Museu Municipal de Tavira




Exposição “Fotografar: a Família Andrade, olhares sobre Tavira
Um olhar de quatro gerações de fotógrafas que nos seus olhares nos contam a história dos acontecimentos, das pessoas  e da culrura de Tavira ao longo do séc. XX

O senhor Luís Anfrade, neto do fundador, e (o grande dinamizador da exposição,  muito nos honrou com a sua presença. Obrigado
Exposição "Coleção de Arte Contemporânea da Portugal Telecom"  Uma interessante mostra de arte moderna
Fomos acompanhados por duas excelentes guias:


Drª Patrícia Gonçalves
e
Drª Sandra Cavaco


que nos proporcionaram momentos de raro interesse  não só pelos conhecimentos sobre  ambas  temáticas como e sobretudo pelo modo claro  e expressivo das suas comunicações




Para o Dr. Jorge Queiroz uma palavra de profundo agradecimento por toda a simpatia e empenho com que se dispos a apoiar esta nossa visita a Tavira que deixou profundas e gratas recordações a todos.
Muito e muito obrigado pelo modo fidalgo como nos recebeu e apoiou.


Olhar Tavira - Exposição Família Andrade -Palácio da Galeria

Arte Moderna PT - Museu de Tavira - Palácio da Galeria
Igreja da Misericórdia
 (Portal Renascentista)




Templo renascentista ( 1541-1551)
Construtor -  Andre Pilarte


Guia - Drª Alexandra Rufino
Que nos acompanhou na visita ao templo, o mais significativo exemplar renascentista de todo o Algarve e encantou pela profundidade dos seus conhecimentos e simpatia do acompanhamento




Igreja de 3 naves e com a particularidade de não ter Capela Mor
Paredes revestidas por painéis de azulejos (Séc. XVIII) representando as 18 Obras de Misericórdia (Obras Espirituais, Obras Corporais e Vida de Cristo)
No pórtico principal encontramos a imagem de Nossa Senhora da Misericórdia; ladeada pelas figuras de São Pedro e São Paulo, assim como pelo brasão da cidade de Tavira.
O altar  apresenta ao centro um riquíssimo retábulo barroco  datado de 1722
Na nave lateral direita destacamos um  riquissimo  órgão


Igreja da Misericórdia - Tavira

Museu Islâmico

A visita a este nóvel Museu foi extradionária e encantou todos os nossos alunos
Puderam apreciar todo o espólio recentemente descoberto no antigo edifício do BNU, provenientes das recentes intervenções arqueológicas e relativas aos Séc XI e XII
É uma exposição islâmica de nível elevado.




Os grupos foram acompanhados pelas guias  do gabinete de Arqueologia da CM Tavira:

Drª Jaqueline Covaneiro

e

Drª Luísa Ricardo

que fizeram a exposição de todos os materias de uma forma cativante despertando o interesse e a atenção de todos os participantes na visita de estudo



Vaso de Tavira - peça central da exposição


Pedras D'El-Rei – Oliveira bimilenar – Praia do Barril


Empreendimento turístico iniciado nos finais da década de 60 foi inteligentemente construído preservando o património natural da região

Da visita permitimo-nos destacar a oliveira bimilenar,  testemunha da presença humana na região ao longo dos tempos
Esta antiquíssima oliveira, por ali viu passar  povos balsenses, fenícios, gregos, cartagineses, romanos,  godos, árabes, moçárabes e cristãos
Pode dizer-se que assistiu a toda a história da Cristandade e naturalmente à de Portugal.. Foi testemunha privilegiada da nossa história:
Directa ou indirectamente colaborou na conquista de Tavira aos mouros,nas lutas entre partidários do Mestre de Avis e de Castela durante a Crise de 1383-85, na  conquista de Ceuta, Descobrimentos e assistiu à elevação de Tavira a cidade no tempo de D. Manuel I,

A  caminho da Praia do Barril
Cemiério de ãncoras - Armaação do Barril

Os nossos agradecimentos à Drª Custódia Afonso e Paula Galhardo, sem esquecer o Dr. António Almeida Pires  pela maneira fidalga como nos receberam e apoiaram


Ainda uma palavra de agradecimento para o
Prof. Luís Palmeira
Pela oferta das melodias de Tavira e dos vídeos das armações




e, finalmente, para  o nosso incansável repórter
Geraldo de Jesus
que com o seu sorriso, simpatia e competência a todos nós encantou.
O nosso muito bem-haja ao Postal do Algarve, Rádio Horizonte,  Jornal do Barlavento e Jornal Algarve Notícias

Almoço de Natal 2009